quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

ArquIdeias: Projeto Residencial Unifamiliar |08|

Residência unifamiliar de aproximadamente 260m² projetada especialmente para um jovem casal com uma filha pequena.
A localização privilegiada da Praia do Laranjal pediu um projeto específico que contemplasse grande área social e de lazer e local próprio para armazenamento de material esportivo (bicicletas, pranchas...)
A edificação prevê no pavimento térreo: cozinha, estar e jantar sem divisórias, apenas demarcados por elementos construtivos como vigas e lareira; banheiro social; depósito para mantimentos e utensílios embaixo da escada; lavanderia; cobertura de garagem para 2 carros, depósito externo para bicicletas e espaço gourmet com churrasqueira e forno de pizza. No pavimento superior: três suítes com closet, incluindo banheira no quarto da suíte principal.

[Pelotas, de 2013]










segunda-feira, 18 de novembro de 2013

ArquiPensamentos: “Starpath” Pedalando sobre as estrelas...


“Starpath”: uma ciclovia que ilumina um parque através de energia


À primeira vista, “Starpath” parece ser uma intervenção urbana montada no parque Christ’s Pieces em Cambridge, Inglaterra. No entanto, trata-se da primeira ciclovia no mundo que beneficia, através dos materiais com os quais foi feita, não apenas ciclistas, mas pedestres, o meio ambiente e o município onde está instalada. 

O principal elemento que compõe a “Starpath” é um líquido aplicado em sua superfície que, durante o dia, absorve os raios UV e, à noite, emite luz. Um dos criadores desta ideia, Hamish Scott, do escritório Pro-Teq, explica que esta ciclovia funciona como se tivesse “uma mente própria”, pois muda a intensidade da luz dependendo dos níveis de luz natural disponíveis no entorno. Assim, o brilho mais intenso é emitido durante a noite, quando há menos luz natural.


A ciclovia que foi construída em Cambridge cobre 150 m² do parque e funcionou como planejado, ajudando a diminuir os acidentes com ciclistas que, graças ao caminho iluminado, fazem um trajeto mais seguro.
Os benefícios ao meio ambiente estão ligados à redução da contaminação lumínica produzida pelos numerosos pontos de iluminação pública, já que a intensidade gerada pela ciclovia é muito menor, interferindo menos nos ciclos de vida de animais e plantas noturnas.

As cidades onde forem construídas estas ciclovias não apenas trarão a seus parques um elemento distinto, mas também diminuirão seus gastos de energia, já que, depois de concluída a implantação da ciclovia, nenhum gasto extra é necessário. Além disso, as ciclovias que já existem nas cidades podem ser convertidas em “Starpaths”, pois o líquido adere ao concreto ou à madeira em apenas quatro horas.


Como esta nova ciclovia foi construída em um parque, os pedestres que por ele passam também foram beneficiados, já que à noite a luz emitida pela ciclovia aumenta a sensação de segurança.

Apesar deste tipo de ciclovia estar ainda em fase de testes, a Pro-Teq diz que alguns governos de países desenvolvidos já entraram em contato, mostrando interesse por esta fonte de iluminação limpa combinada a um meio de transporte seguro e sustentável.

No vídeo a seguir pode-se ver o processo de construção de uma destas ciclovias.



Fonte: Constanza Martínez Gaete, via Plataforma Urbana. Tradução Romullo Baratto, ArchDaily Brasil.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

ArquiPensamentos: Brooklyn transforma canal em "Parque Esponja"


No Dia Mundial do Urbanismo, um exemplo de intervenção no meio urbano já consolidado, na busca pela sustentabilidade e pela melhoria da qualidade de vida da população.


© dlandstudio


Um dos cursos d´água mais poluídos dos Estados Unidos está prestes a receber uma transformação mais do que necessária: no início de 2014 será construído um bolsão verde de prevenção contra poluição que se estenderá pelo Canal Gowanus no Brooklyn, Nova Iorque. A proposta, apelidada de Parque Esponja, foi concebida há mais de cinco anos por Susannah Drake do dlandstudio, mas somente agora angariou fundos suficientes para avançar.

© dlandstudio


© dlandstudio


A primeira fase da proposta de US$ 1,5 milhões, com conclusão prevista para o verão de 2015, começará perto da Second Street. Um parque multi-uso margeando o canal poluído será ancorado por células de concreto preenchidas por terra que reterão e filtrarão as águas pluviais. Tais células serão recobertas com plantas capazes de absorver o excesso de água e, naturalmente, absorver ou quebrar toxinas, metais pesados ​​e poluentes do esgoto.

Referência: Curbed NY, The Daily News

© dlandstudio

© dlandstudio


© dlandstudio

© dlandstudio




terça-feira, 5 de novembro de 2013

ArquIdeias: Projeto Residencial Unifamiliar |07| Reforma e Ampliação

Projeto de Arquitetura para reforma e ampliação de residência unifamiliar.
A área de ampliação - que chega a 85m² - prevê duas suítes com closets independentes e uma nova sala de estar, que se abrirá para a área de piscina com deck de madeira, que também faz parte deste projeto. O deck foi projetado para aproveitar a declividade natural do terreno que é acentuada, implantando a piscina sem haver muita movimentação de terra.
A residência situa-se no Laranjal, praia situada na cidade de Pelotas, a poucos metros da faixa arenosa, porém em uma área alta, com muitas árvores.
[Laranjal | Pelotas | RS]







quinta-feira, 31 de outubro de 2013

ArquIdeias: Dia das bruxas... abóboras e tangerinas!

APOSTE NA TANGERINA!!

Dia das bruxas... te lembra o que?
Aqui no Brasil, esse comemoração celta pagã não tem muita tradição, mas as casas decoradas - especialmente nos EUA - nos vêm à cabeça, com fantasmas de lençol, caveiras e............ abóboras!
Nada melhor do que falar sobre essa cor tão contraditória na arquitetura de interiores.
Uns amam, outros odeiam, mas ela simplesmente não passa despercebida.
Qual é o seu caso? Em qual dos dois grupos você se encaixa?

Aproveitando o gancho, a indústria já está de vento em popa para as tendências de 2014. Pesquisando sobre o que vem por aí de novidades, lançamentos e tendências, li que a cor tangerina - um tom de variação do abóbora - foi a cor escolhida da marca Eucatex tintas.
Fonte: Eucatex Tintas divulgação
As pesquisas realizadas pelo Comitê Brasileiro de Cores - CBC - confirmaram a tonalidade como sendo a preferida do momento, principalmente na faixa etária que compreende consumidores entre 24 a 42 anos.Segundo a consultora da Eucatex e presidente deste comitê, Elizabeth Wey, esta tonalidade está presente em peças de mostruários e carros.

Fonte:natalianoleto.com.br
Logo que vi o tom, fiquei pensando na mistura de cores: amarelo e vermelho, um vibrante que proporciona um efeito luminoso aos ambientes; uma cor que transmite alegria, movimento e diversão. Faz uma boa composição com cores neutras como concreto, linho, nude, azul petróleo, preto…Enfim, a criatividade pode ser infinita.

Fonte:1 natalianoleto.com.br- Casa Cor Brasília; 2 – Casa Cor Rio divulgação; 3 – Casa Cor Rio divulgação.
Olha o que separei. Vamos conferir?
Fonte: Casa Cor Rio divulgação


Fonte: Casa Cor Rio divulgação


Fonte:natalianoleto.com.br; Casa Cor Brasília


Fonte:natalianoleto.com.br; Casa Cor Brasília


Fonte: Morar Mais por Menos Rio divulgação


Fonte: Casa Cor Ceará divulgação


Fonte: Casa Cor Rio divulgação


Fonte: Morar Mais por Menos Rio


Fonte: Casa Cor Rio divulgação


Fonte: Morar Mais por Menos Rio divulgação


Depois dessas imagens é só se sentir pronto pra ousar e deixar a criatividade falar mais alto.

Até o próximo post!

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

ArquIdeias: Projeto Residencial Unifamiliar |06|

Residência BFM

Já pensou em ter uma casa projetada especialmente para uma pessoa que adora receber os amigos e familiares?
O proprietário do projeto acima sim!
A casa se abre totalmente pro interior e privilegia a área de lazer com piscina.
O revestimento com painéis de madeira, os tijolos de demolição e o deck completam o charme dessa residência de volumes puros, linhas retas e estilo contemporâneo.

Em breve, mais imagens!

[Porto Alegre, outubro 2013]

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

ArquiPensamentos: no centenário de Vinicius de Moraes... a casa muito engraçada!


"Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada". Essa música foi escrita pelo poeta brasileiro Vinícius de Moraes em 1980. Mas ele não inventou essa casa: ela existe de verdade.

Ela se parece com um grande castelo branco à beira-mar e se chama Casapueblo. Fica no Uruguai, um país que faz fronteira com o sul do Brasil.

A obra começou a ser construída pelo artista Carlos Vilaró, 89, em 1958. No início, era um pequeno quarto feito com latas. Vilaró conta que fez a casa ladrilho por ladrilho e demorou trinta anos para deixá-la como é hoje.

"Se um pássaro com um bico constrói sua própria casa, por que não me animar a fazer a minha com minhas próprias mãos?", diz ele.

Vista da Casapueblo, no Uruguai


Vilaró ainda se lembra de quando Vinicius de Moraes visitava a Casapueblo.

Cada vez que Vinicius ia ao local, encontrava uma casa diferente, metade construída e metade em escombros. Por isso, Vilaró não tem dúvidas de que o amigo brasileiro fez a música sobre sua construção.

Vilaró diz que Vinícius cantou a música pela primeira vez lá em sua casa: "Era uma casa muito engraçada, não tinha portas, não tinha nada, era uma casa de pororó, era a casa de Vilaró". A canção foi um presente para as filhas do uruguaio, Agó e Beba.

"Essa vez ficou marcada para sempre na minha memória. Talvez, colocando meu nome na letra, quis me homenagear". Vilaró conta que o poeta brasileiro passava as tardes na casa tocando seu violão.

Hoje, Casapueblo é um museu, uma galeria de arte e um hotel. Os quartos têm nomes de hóspedes famosos, como o do compositor e cantor Toquinho.

Toquinho foi convidado por Vinícius para transformar poemas em músicas e participou da produção do disco em que foi gravada a música "A Casa".

"A casa é bem diferente, à beira de um penhasco, parece levitar ao pôr-do-sol. Fica a imagem de uma casa engraçada. Sem teto, sem chão, sem parede. Eis a magia da poesia de Vinicius", diz Toquinho.


quinta-feira, 17 de outubro de 2013

ArquIdeias: Invertem-se as posições e o jardim vai parar dentro de casa!


Verde é vida! leve vida para sua casa inspire-se com essas super dicas!

1.Parede Verde 


Literalmente uma parede verde irradia uma sensação de calma e anima o espaço, paredes verdes são uma adição ousada para qualquer interior privado ou comercial. Existem vários padrões e formas disponíveis no mercado, tornando fácil a escolha por um modelo mais adequado para seu ambiente. Você mesmo pode manipular o processo de manutenção da parede ou obter dicas com profissionais para garantir que a parede verde esteje sempre em perfeitas condições.



2. Esculpindo o Espaço

Este projeto incomum que acreditamos que poderia servir de inspiração para aqueles de vocês que planejam uma ousadia interior “verde” a partir do zero. Projetado pelos arquitetos Sadar Vuga para a Câmara de Comércio e Indústria, em Ljubljana, Eslovénia, esta simbiose entre formas esculturais e plantas proporciona um efeito intrigante visualmente.



3. Mix de Plantas- Móveis

A mesa gato-friendly criada por Emily Wettstein com alto-plantador de grama e um regador de jardim são apenas algumas das maneiras excêntricas de combinar plantas e móveis, com resultados impressionantes. Tudo isso, mantendo a funcionalidade e não comprometendo a estética. Você pode pensar em quaisquer outros objetos para este combinação, aventure-se.




4. Elementos naturais combinados
Se você sentir que somente as plantas não são suficientes para dar a sua casa essa sensação intensa de fresco, traga mais natureza! Reúna pedras, conchas do mar, peças interessantes de madeira que criam espaços verdes originais (como este projeto da foto). A idéia de jardins em miniatura no interior da casa se espalha por todo o espaço nesse projeto do escritório ALTS .


5. Vasos criativos
Esses vasos criativos foram invenção do designer Maruja Fuentes (fotos abaixo). Mas quando se trata de vasos, as possibilidades de improvisação são infinitas. Você pode encontrar muitos modelos no mercado, mas você também pode criar vasos utilizando garrafas pet , fica a dica de reciclagem.





6. Lustres com vasos de plantas
Este ambiente é para quem procura criar ambientes inusitados para integrar em sua casa. Estes (flowerpot chandeliers) lustres são totalmente incomum e ainda você pode imaginar quantas diferentes possibilidades de plantas podesse colocar nesses vasos!



7. Piso Musgo
Se você não é um fã de paredes verdes, então talvez pisos verdes terão um forte apelo. Este projeto em particular nas fotos abaixo foram exibido em uma exposição em Tóquio, um tempo atrás e é resultado de uma colaboração entre Azuma Makoto e Ltd. Unitika. Esse “tapete” incomum certamente causaria um impacto em qualquer ambiente interno.



8.Vaso pet-home 

Um dos mais legais multi-funcionais projetos que temos visto até agora é o vaso para casinha de animal de estimação projetado pelos idealizadores da Pousse Creative . Um jardim em miniatura e um santuário confortável para seu animal de estimação, realmente é uma grande combinação!



9. Arranjos verdes Upside-Down
A equipe de criação da Boskke surgiu com um método aparentemente que desafia a gravidade de integração de plantas em sua casa. Seus plantadores especiais (com um sistema de irrigação built-in) são instalados de cabeça para baixo, o que lhes dá uma aparência original e intrigante.



10. Hi-Tech Clique e Cresça Flowerpots
E se você pudesse ter um jardim interior adorável em miniatura, sem que precisasse realmente regar e adubar as plantas e elas ainda assim crescessem. Este é o protótipo do Click and Grow (Clique e Cresça) é um método inovador de cuidar das plantas de forma fácil. Baseado na tecnologia de menos solo e com instalação de sensores dentro dentro do vaso , esses potes engenhosos coseguem medir todos os parâmetros necessários e doses da quantidade exata de fertilizante, água e ar, tudo isso de acordo com as necessidades da planta.


Fonte: Freshome